Carregando...

O ideal é ter um corpo perfeito? O que a Igreja nos ensina sobre isso? - Por Marcone Matos



Você se considera lindo(a)? Você mede sua beleza pelas vezes que as pessoas “mexem” com você ou te elogiam? Nossa beleza começa antes dos primeiros elogios dos pais e termina muito após o leito de morte. Antes que formastes no seio de tua mãe, Deus já o conhecia e fazia planos para que muitos te conhecessem e que após a morte terrena pudesse contemplar a Deus com um corpo incorrupto.

A ciência e a tecnologia têm se desenvolvido de forma muito rápida, porém nosso censo crítico e nossa identidade corre sério risco de se rebaixar, pois o ser humano facilmente aceita as condições sugeridas ou impostas por alguns grupos de pessoas na sociedade.

Se antes os jovens usavam roupas confortáveis, agora são obrigados a usar roupa da moda, para serem considerados lindos. Outros que deveriam ter uma alimentação balanceada e saudável, preferem lanches e comidas rápidas, com alta densidade energética e baixo valor nutricional.

Neste mundo imediatista, jovens tem mudado as características de seu corpo e tem manchado a beleza que Deus lhe deu. Se esquecem que são templo do Espiríto Santo (I Cor 6,19) e tem adoecido no mal da vigorexia (busca insaciável pelo corpo perfeito). E depois de tantas transformações a qualquer custo se tornam sepulcros caiados (Mt 23,27). Acham que cuidar do corpo é fazer dele o que querem indiscriminadamente.

Para isso o Catecismo da Igreja nos instrui que “A vida e a saúde física são bens preciosos doados por Deus.

Devemos cuidar delas com equilíbrio, levando em conta as necessidades alheias e o bem comum” (CIC 2288).

O Brasil ocupa atualmente, a terceira posição no mercado de beleza do mundo. E este mercado envolve desde tratamentos de cosméticos a cirurgias estéticas. Segundo o psicólogo Élisson Santos, mais de 50% das cirurgias plásticas realizadas no Brasil são de cunho estético, e muitas destas cirurgias estão sendo feitas em adolescentes, ou seja, o corpo nem se desenvolveu ainda e já está sendo transformado, o que não é normal, não é justo e impõe sofrimentos, não resolve os problemas que são antes, na alma e na mente.

É preciso entender então que “O corpo do homem participa da dignidade da “imagem de Deus”: ele é corpo humano precisamente porque é animado pela alma espiritual, e é a pessoa humana inteira que está destinada a tornar-se, no Corpo de Cristo, o Templo do Espírito” (CIC 364)

Portanto peçamos sempre o Espírito Santo, pois Ele nos capacita e auxilia na busca pela alimentação saudável do corpo e da alma e nos revela a essência da nossa beleza que é o próprio Deus!


Marcone Matos

Membro da CCDE

25 visualizações
Comunidade Católica Deus Existe

Comunidade Deus Existe © 2009 - 2020 Todos os direitos reservados