Carregando...

Francisco agradece a Polônia pela calorosa acolhida



Cidade do Vaticano (RV) – O Papa Francisco enviou duas cartas, uma a Dom Gądecki e outra ao Cardeal Dziwisz nas quais encoraja a Igreja e a juventude polonesa a seguir testemunhando a divina misericórdia.


“Com grande alegria relembro o encontro com os jovens vindos de diversas nações”, escreve o Papa Francisco ao Presidente da Conferência Episcopal polonesa, Dom Stanisław Gądecki.

O Papa exprime “gratidão” à Igreja da Polônia pela “calorosa acolhida” e pelo “empenho com o qual foi preparada a visita”.

Fé sólida e Perseverança

“Fiquei profundamente tocado pela fé sólida que vi em vocês, por sua esperança inabalável diante das dificuldades e tragédias e com a fervorosa caridade que anima o caminho humano e cristão”, afirmou.

E ainda disse que: “conserva uma intensa e querida lembrança”, especialmente da solene Celebração eucarística no Santuário de Częstochowa, no 1050º aniversário do Batismo da Polônia e do “comovente momento de oração” no campo de concentração de Auschwitz.

O Pontífice assegura a sua oração “para que a Igreja da Polônia continue a caminhar com perseverança e coragem, testemunhando a todos o amor misericordioso do Senhor”.


Gratidão

O Papa também escreveu uma carta ao Cardeal Stanisław Dziwisz, arcebispo metropolitano de Cracóvia, agradecendo-lhe pela boa vontade para com a Igreja.

“Ao voltar de minha visita pastoral a Cracóvia, na qual me foi dada a alegria de lembrar do meu venerado Predecessor São João Paulo II, vivi momentos de profunda comunhão com esta comunidade diocesana. Pude experimentar o entusiasmo da fé de uma enorme multidão de jovens de diferentes continentes. Desejo expressar a você e aos sacerdotes, pessoas consagradas a minha profunda gratidão pela calorosa recepção em sua casa, as atenções dispensadas a mim e aos meus colaboradores"

Testemunhas da Misericórdia Divina

“Eu ainda carrego no meu coração a lembrança das celebrações litúrgicas caracterizadas por uma profunda simpatia e animadas por uma fé fervorosa", escreve o Papa.

E agradece a todos que trabalharam para o sucesso dos dias inesquecíveis de fé e oração:

“Encorajo a toda a Arquidiocese de Cracóvia a prosseguir seu caminho testemunhando constantemente a Misericórdia divina”.

E conclui: “Peço a Deus pela intercessão de Maria que conceda uma chuva de dons e conforto celestial, especialmente aos jovens, que tenham cada vez mais, uma consciente adesão ao Evangelho. Com esse sentimento, também peço que continuem perseverantes na oração por mim".

(VM)


Comunidade Católica Deus Existe

Comunidade Deus Existe © 2009 - 2020 Todos os direitos reservados