Carregando...

Fiéis vietnamitas preparam-se para canonização de Madre Teresa de Calcutá




Ho Chi Minh City - A fama de santidade de Madre Teresa de Calcutá chega também ao Vietnã: na paróquia de Thanh Đa, periferia de Ho Chi Minh City, duas vezes por mês é celebrada uma missa dedicada à fundadora das Missionárias da Caridade, que será elevada à glória dos altares em 4 de setembro próximo no Vaticano.

Ao término de cada celebração todos beijam em procissão as relíquias da futura Santa, concedidas à paróquia em 2013 pelas Missionárias da Caridade.

“Uma irmã gentil, da voz suave”

Segundo a agência missionária AsiaNews, o laço entre Madre Teresa e esta paróquia é muito forte: Pe. Dominique Nguyễn Dình Tân, sacerdote vigário, conta que a missionária visitou a igreja duas vezes durante suas viagens ao Vietnã, nos anos 90.

“A primeira vez que veio me surpreendi muito porque encontrei uma irmã gentil vestindo um simples hábito religioso – ressalta – Madre Teresa pediu-me a permissão para visitar a igreja e rezar diante do Santíssimo Sacramento.”

O segundo encontro deu-se em 21 de abril de 1994. Pe. Dominique recorda: “Estávamos fazendo a adoração eucarística, a Beata entrou na igreja e com voz suave me disse: ‘Devo visitar um lugar aqui próximo, e soube que a missa será celebrada daqui a pouco. Assim sendo, vim participar’.”

Erigido um monumento em sua recordação

Para recordar Madre Teresa, os paroquianos de Thanh Đa construíram um monumento no pátio da igreja: a missionária é representada com uma mão segurando uma criança adormentada e com a outra segura a mão de uma jovem ajoelhada e vestida com um chapéu em forma de cone, típico vietnamita.

Também a Caritas paroquial tem uma belíssima recordação da futura Santa, sobretudo da sua atenção para com os pobres e os marginalizados: como explica Thu, membro do organismo, “são levadas adiante muitas atividades sociais, ajudando os pobres, os órfãos, as mulheres em dificuldade, os anciãos sozinhos e os doentes de Aids”.

1973, primeiros contatos entre Madre Teresa e o Vietnã

As relações entre a fundadora das Missionárias da Caridade e o Vietnã tiveram início em julho de 1973, quando o então arcebispo de Saigon, Dom Paul Nguyễn Vặn Bình, pediu à religiosa que enviasse ao país sete seminaristas indianos para ajudar e servir os pobres.

Em 30 de abril de 1975, com a queda de Saigon sob as forças comunistas, os religiosos tiveram que deixar o Vietnã, mas o Arcebispo Vặn Bình se ativou para formar um grupo estável de religiosas locais que seguiam a espiritualidade de Madre Teresa. De 1991 a 1995 a irmã missionária, de origem albanesa, esteve cinco vezes no Vietnã.

Amor e esperança, a herança da missionária

Irmã Mary Frances, atual superiora das Missionárias da Caridade, explica: “As sementes do amor e da esperança colocadas por Madre Teresa em sua chegada ao Vietnã estão agora emergindo e crescendo. Graças a sua espiritualidade, estamos tendo sempre mais vocações para servir os mais pobres com o amor de Cristo”.


(AsiaNews - RL)

Comunidade Católica Deus Existe

Comunidade Deus Existe © 2009 - 2020 Todos os direitos reservados