Carregando...

Igreja terá dois novos santos; pavonianos celebram fundador


Cidade do Vaticano (RV) – A Igreja terá em breve dois novos santos e um novo venerável. O Papa autorizou a promulgação dos decretos da Congregação das Causas dos Santos em relação aos milagres atribuídos ao Beato Ludovico Pavoni e ao Beato Salomão Leclerq, e ao reconhecimento das Virtudes Heroicas de Frei Rafael Emanuel Almansa Riaño.


Pavonianos


O Beato Ludovico Pavoni nasceu em Bréscia, na Itália, em 11 de novembro de 1784 e morreu em 1º de abril de 1849. O sacerdote fundou a Congregação dos Filhos de Maria Imaculada, conhecidos no Brasil como pavonianos.


A RV conversou com o Superior Provincial do Brasil, o padre italiano Renzo Florio que, de Belo Horizonte, nos disse que a Congregação recebeu com alegria a notícia do reconhecimento do segundo milagre do fundador da Congregação:


"Nós estamos alegres com esta confirmação do Santo Padre. Nós estamos focalizamos nossas atividades em algumas paróquias, mas sobretudo na formação profissionalizante. Temos algumas casas de acolhida para pessoas em situação de abandono famililar. Porém, trabalhamos com os surdos, que foi também uma das preocupações do Padre Pavoni. Nesta linha, temos uma instituição muito importante em Brasília. Aqui no Brasil, focalizamos no atendimento à juventude na parte técnica, como foi realmente o carisma do nosso fundador".



Já o Beato Salomão Leclerq nasceu na França em 15 de novembro de 1745 e foi martirizado em 2 de setembro de 1792. Pertenceu ao Instituto dos Irmãos das Escolas Cristãs, os Lassalistas.

A data das canonizações de ambos os beatos ainda deverá ser decidida e publicada oficialmente.

Virtudes Heroicas


Por fim, o frei colombiano Rafael Emanuel Almansa Riaño, sacerdote diocesano da Ordem dos Frades Menores, nascido em 2 de agosto de 1840 e morto em 28 de junho de 1927, passará a ser declarado venerável.


(rb)

3 visualizações
Comunidade Católica Deus Existe

Comunidade Deus Existe © 2009 - 2020 Todos os direitos reservados