Carregando...

O alpinismo da santidade - Por Flávio Pena

Quando um alpinista quer conquistar o cume de uma montanha, ele não olha para o tamanho da-quela montanha, mas enxerga o mais alto, onde é o seu ob-jetivo final. O seu desejo é estar no mais alto daque-la escala. Para chegar lá é necessário elaborar uma estratégia que convença a ele pró-prio que é possível che-


gar. E assim concluído o caminho se sentirá realizado e agora é hora de retornar no mesmo trajeto da subida.


Jovens, tornar-se santo é um grande desafio, é uma aventura que contém muitos riscos. Para vencer a força contrária a essa busca exige radicalidade e a certeza que “é possível ser santo”. Como nos diz Santa Edith Stein: “Responder ao chamado de Deus é sempre uma aven-tura, mas vale apena correr o risco”.


Superar esses desafios deve ser o seu objetivo e o belo é que a palavra nos diz que é possível: “Porquanto, é esta a vontade de Deus: a vossa santificação” (I Ts 4,3). Se o alpinista olhar para a montanha e não en-frentar os desafios que poderão surgir na conquista do seu objetivo, não sairá do lugar onde está. É preciso se lançar, e em Deus ter a coragem de enfrentar as difi-culdades que é própria de quem se propõe ao desa-fio: “TENDE CORAGEM! EU VENCI O MUNDO” (Jo 16, 29-33). A santidade é uma busca, uma superação de si mesmo, de suas vontades e de seus prazeres. É um pro-cesso onde todos que a desejam devem passar.


Ninguém nasce santo. Os santos se prepararam para a santidade. Para viver a santidade podemos seguir o que disse Santo Afonso de Ligório, fazer o que Deus quer e querer o que Deus faz.


O Papa Francisco nos orienta: “Não há um curso para se tornar santo. A santidade é um dom de Jesus à sua Igreja ele escolhe pessoas em que se vê claro o seu traba-lho para santificar”. Jovens, Deus escolheu você para ser santo,por isso busque, tenha coragem de deixar escalar esta montanha, usando a ferramenta da verdade que li-berta, e qual é ela? Diga não ao sexo fora do casamento, a droga, a luxuria, a inveja, ao furto, as falsas doutrinas etc. E não porque você é um jovem que é mais difícil ser santo. O seu querer é a melhor resposta que damos ao amor de Deus. É esse amor retribuído que levou os san-tos a fazerem a vontade de Deus e chegarem à santida-de. Como nos diz São João Paulo II, “santos de calça je-ans, que toca violão”.


A subida é íngreme, difícil, com desafios, mas não im-possível de ser superada. A recompensa que Deus reser-va para você é algo que ninguém neste mundo pode lhe dar. O reino dos céus. Encerro com a letra desta canção que possa falar ao seu coração:


“Precisamos de santos, jovens santos. Santos de calça jeans, que bebem coca-cola e comem hot-dog, precisa-mos de santos, jovens santos. Que levem Deus no cora-ção, que semeiem a paz e que amem o irmão. Santidade Deus quer e você consegue.


Grite para o mundo todo ouvir: é possível ser santos! Jovens santos!


Flávio Pereira


Vocacionado da CCDE

12 visualizações
Comunidade Católica Deus Existe

Comunidade Deus Existe © 2009 - 2020 Todos os direitos reservados